Início » Artigos » Geral » Nem tudo me convém

Login






 

 


Nem tudo me convém
Escrito por Gabriel Mesquita (Bié)   
Qui, 13 de Janeiro de 2011 11:23

Algumas pessoas ainda têm dúvidas em relação ao amor de Deus pela humanidade. Jesus Cristo é o verdadeiro Rei dos Reis, mas ao mesmo tempo não é autoritário com o seu povo, pelo contrário, Ele nos deixa livres para fazermos nossas próprias escolhas.  O livre arbítrio é nosso e Deus o respeita de forma irrevogável.

 

Na leitura da Palavra, a Primeira Carta de São João afirma: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” (1 Jo 2, 15). A todo instante Jesus com sua misericórdia, nos mostra a verdadeira salvação, onde Ele próprio é o caminho, a verdade e a vida. O mundo ao qual se refere o versículo não se trata do mundo feito pelo criador, mas sim ao mundo das coisas terrenas e superficiais que nos draga para baixo sem nem notarmos.

 

 

Um exemplo latente é o início do "BBB". O programa já está na 11ª edição, ou seja, o Brasil já assistiu dez vezes algo que se repete e não cansamos de assistir. O inimigo faz isso conosco, gosta de nos encarcerar e força-nos a viver uma vida vazia, condicionada à moda e aos grupos sociais. Pode notar que em breve virão as discussões que não levam a lugar algum, onde se fala sobre pessoas que não conhecemos e nem vão nos ajudar a suportar o peso da cruz que cada um carrega sobre os ombros.

 

 

Paulo dizia na Primeira carta aos Coríntios que “Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não me deixarei dominar por coisa alguma.” (1 Cor 6, 12).

 

Podemos sim assistir o que quiser; acessar o site que me der na telha; ouvir determinada música. SIM. É essa a resposta positiva que queremos ter quando questionamos alguma atitude que nos leva ao pecado, porém não seremos enganados por essa vontade que não vem do Céu.

 

Filhinhos, ninguém vos engane. Quem pratica justiça é justo, assim como ele é justo. Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.” (1 Jo 3, 7)

 

O versículo acima é duro, mas são as palavras verdadeiras que Jesus precisa nos dizer por mais difícil que seja assimilá-las. Temos apenas uma vida, uma chance que Deus nos deu para sermos novas criaturas e construir na Terra o Reino dos Céus. Pare por um momento e veja as oportunidades que Jesus nos dá. Use seus dons para o serviço, oração, leitura da Bíblia, para a sua formação e para o cultivo do amor na sua família. “Gaste” o seu tempo conversando com seus pais, sabendo como foi o dia do seu irmão, freqüentando a Santa Missa, buscando o sacramento da reconciliação.

 

 

Tenha esperança e confiança no nome de Jesus Cristo, pois Ele já derramou o seu sangue para que fossemos libertos de toda opressão.

 

Não perca tempo.

 

Deus os abençoe,

 

Gabriel Mesquita
Grupo Jovem Cristo Forte

 

Comentários
Adicionar comentário
Sabryna  - ação de Graças ao Nosso Deus misericordioso | 18-01-2011 22:38:14
Ação de Graças ao Nosso DEUS MISERICORDIOSO!

OBRIGADA SENHOR POR TUDO!!!

ÉS O REI DOS EXERCITOS,TOMA POSSE DESSE MUNDO !
Sabryna | 18-01-2011 22:39:16
'' É hora de despertades do sono,a salvação está mais próxima do que quando alcançamos a fé''.
Gildson  - Só uma correção | 22-01-2011 00:12:11
Nós não particpamos da missa, nós CELEBRAMOS a missa.
Somos todos sacerdotes na celebração de um sacramento: A Eucaristia.

" Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz"
I Pedro 2.9
Bié | 23-01-2011 16:12:39
Oi Gildson. O Catecismo da Igreja Católica diz sobre a sequência da Celebração:

1348. Todos se reúnem. Os cristãos acorrem a um mesmo lugar para a assembleia eucarística. A sua cabeça está o próprio Cristo, que é o actor principal da Eucaristia. Ele é o Sumo-Sacerdote da Nova Aliança. É Ele próprio que preside invisivelmente a toda a celebração eucarística. E é em representação d'Ele (agindo «in persona Christi capitis – na pessoa de Cristo-Cabeça»), que o bispo ou o presbítero preside à assembleia, toma a palavra depois das leituras, recebe as oferendas e diz a oração eucarística. Todos têm a sua parte activa na celebração, cada qual a seu modo: os leitores, os que trazem as oferendas, os que distribuem a comunhão e todo o povo cujo Ámen manifesta a participação.

1367. O sacrifício de Cristo e o sacrifício da Eucaristia são um único sacrifício: «É uma só e mesma vítima e Aquele que agora Se oferece pelo ministério dos sacerdotes é o mesmo que outrora Se ofereceu a Si mesmo na cruz; só a maneira de oferecer é que é diferente» (192). E porque «neste divino sacrifício, que se realiza na missa, aquele mesmo Cristo, que a Si mesmo Se ofereceu outrora de modo cruento sobre o altar da cruz, agora está contido e é imolado de ...
Bié | 23-01-2011 16:14:12
...modo incruento [...], este sacrifício é verdadeiramente propiciatório» (193).

1368. A Eucaristia é igualmente o sacrifício da Igreja. A Igreja, que é o corpo de Cristo, participa na oblação da sua Cabeça. Com Ele, ela própria é oferecida integralmente. Ela une-se à sua intercessão junto do Pai em favor de todos os homens. Na Eucaristia, o sacrifício de Cristo torna-se também o sacrifício dos membros do seu corpo. A vida dos fiéis, o seu louvor, o seu sofrimento, a sua oração, o seu trabalho unem-se aos de Cristo e à sua oblação total, adquirindo assim um novo valor. O sacrifício de Cristo presente sobre o altar proporciona a todas as gerações de cristãos a possibilidade de se unirem à sua oblação.

1369. Toda a Igreja está unida à oblação e intercessão de Cristo. Encarregado do ministério de Pedro na Igreja, o Papa está associado a toda e qualquer celebração da Eucaristia, na qual é nomeado como sinal e servidor da unidade da Igreja universal. O bispo do lugar é sempre responsável pela Eucaristia, mesmo quando presidida por um presbítero; o seu nome é citado nela para significar a sua presidência da Igreja particular, no meio do presbitério e com a assistência dos diáconos. A comunidade intercede também por todos os ministro...
Bié | 23-01-2011 16:14:52
...que, por ela e com ela, oferecem o sacrifício eucarístico.
Gildson | 23-01-2011 22:31:25
É verdade, ele diz isso sim!

Só reitero a importância da nossa atituda perante a Eucaristia. "Freqüentar" a Santa missa de NADA valerá, se o Mistério pascal de Cristo não for celebrado em nosso coração, corpo e mente, junto com os ritos!
A começar pelo Presidente, ministro/sacerdote ordenado, chegando até os ministros/sacerdotes leigos.

A Sacrosanctum concilium nos diz:

48. É por isso que a Igreja procura, solícita e cuidadosa, que os cristãos não entrem neste mistério de fé como estranhos ou espectadores mudos, mas participem na acção sagrada, consciente, activa e piedosamente, por meio duma boa compreensão dos ritos e orações; sejam instruídos pela palavra de Deus; alimentem-se à mesa do Corpo do Senhor; dêem graças a Deus; aprendam a oferecer-se a si mesmos, ao oferecer juntamente com o sacerdote, que não só pelas mãos dele, a hóstia imaculada; que, dia após dia, por Cristo mediador (38), progridam na unidade com Deus e entre si, para que finalmente Deus seja tudo em todos.

Paz e Bem!
Gildson
(Tudo pela Maior Glória de Deus!)
Bié | 24-01-2011 09:35:34
Com certeza! Obrigado por contribuir com essa formação.

Paz.
Gildson | 24-01-2011 18:59:23
Continuem assim amigos, o exercício do Ministério de vocês (comunicação) é de fundamental importância para a nossa formação: povo de Deus!

=D
sarita  - nEM TUDO ME CONVÉM | 25-01-2011 18:52:48
Pois concordo com Gildson nós mebros da igreja não devemos frequentar e sim celebrar eum só corpo a Eucaristia devemos participar toda assembeleia e paroquiano participa co- celelebra com presidente não só assembleia mas os membros que estão a Serviço. Deus abençoe e continue com seus textos estamso aqui só pra acrescentar como vc disse contribuir com formação. Um abraço e boa reflexão a todos.
Escrever comentário
Nome:
Email:  
Título:

3.26 Copyright (C) 2008 Compojoom.com / Copyright (C) 2007 Alain Georgette / Copyright (C) 2006 Frantisek Hliva. All rights reserved."